sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

SUBSÍDIOS GLOBAIS X AVALIAÇÃO DAS NECESSIDADES DA COMUNIDADE


Recursos para avaliação das necessidades comunitárias
A partir de 1º de julho, qualquer clube ou distrito que quiser solicitar um Subsídio Global para projeto humanitário ou equipe de formação profissional deverá, primeiramente, fazer uma avaliação da comunidade a ser beneficiada e incluir os resultados no pedido. Veja alguns recursos que podem ajudá-lo nessa análise:
§  A publicação Ferramentas para Identificar as Necessidades da Comunidade mostra ideias e métodos comprovados para fazer levantamentos dos recursos e necessidades locais.
§  Os Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário (NRDC) são grupos formados por não rotarianos que fazem parcerias com nossos clubes para ajudar suas comunidades. Trabalhar com um NRDC na avaliação das necessidades locais dá a todos os moradores a chance de expressarem sua opinião. Saiba como o Rotary Club de Cartagena de India, na Colômbia, formou um NRDC para identificar as necessidades e reconstruir a comunidade depois de uma grande enchente.   
§  presidente da Comissão Distrital de Serviços Internacionais pode indicar especialistas que fazem parte da Rede de Recursos Distritais para ajudá-lo com a avaliação comunitária e elaboração de projetos impactantes e sustentáveis. 

Fonte: Informativo Doações e Subsídios - Fevereiro 2018

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

BOLSAS ROTAY PELA PAZ

De FEVEREIRO a JULHO os clubes podem indicar candidatos às Bolsas Rotary Pela Paz em um dos 6 (seis) Centros Rotary pela Paz em sete universidades.

Cada Centro tem seu próprio currículo e oportunidades de estágio para colocar a teoria em prática sob diferentes ângulos.

Cinco centros oferecem mestrado e um oferece programa de certificado para aperfeiçoamento profissional. Todas as aulas são em inglês.

Veja os Centros Rotary Pela Paz:














Consulte o Guia para Rotarianos para maiores informações 085-PT—(1217):

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

MEU ROTARY - DIRIMINDO DÚVIDAS

O Meu Rotary é a central de informações do Rotary International, através dele os Rotarianos e Rotaractianos do mundo todo se conectam e trocam ideias.

Também através do Meu Rotary é possível realizar gestão de clubes, distritos e programas como o Rotaract e o Interact. 

Acessando os links, abaixo, você poderá esclarecer muitas dúvidas e dificuldades eventualmente existentes para manter atualizados os registros no Meu Rotary:

Guia - Perguntas Frequentes

Guia – Links importantes

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Barry Rassin, presidente do RI de 2018-19, quer que todo rotariano "Seja a Inspiração"

Por Fotos de


Rassin, que é associado do Rotary Club de Nassau Leste, nas Bahamas, revelou seu lema presidencial de 2018-19 — Seja a Inspiração — aos próximos governadores de distritos rotários na Assembleia Internacional do Rotary em San Diego, EUA. "Eu quero que vocês inspirem os rotarianos dos seus clubes a almejar o sucesso, a querer ser mais e ir mais longe. Sejam a motivação que instiga os outros a superar seus limites.”



 
O presidente de 2018-19 do RI, Barry Rassin, anunciou seu lema — Seja a Inspiração — durante a Assembleia Internacional do Rotary.
      
Rassin enfatizou a força do Rotary contida na declaração de visão da entidade: "Juntos, vemos um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesmas, nas suas comunidades e no mundo todo". Segundo ele, essa declaração descreve o Rotary que seus líderes precisam construir.

Para tornar essa visão em realidade, o presidente eleito falou que os rotarianos precisam cuidar do Rotary: "Nós somos, acima de tudo, uma organização de associados. Se queremos servir, se queremos atingir nossas metas, precisamos, primeiramente, cuidar muito bem dos nossos associados”.

Rassin pediu aos novos governadores que inspirassem "os rotarianos de seus distritos a desejarem promover mudanças, a desejarem fazer mais, a desejarem desenvolver seu potencial ao máximo. "Vocês têm a responsabilidade de incentivá-los, de ajudá-los a progredir", enfatizou ele.

Progresso na luta contra a pólio

Segundo Rassin, o trabalho do Rotary para a erradicação da pólio é uma fonte imensa de inspiração. Ele descreveu o progresso incrível alcançado nas últimas três décadas. Em 1988, cerca de 350.000 pessoas sofreram paralisia como resultado de infecção pelo vírus da pólio selvagem; em 2017, apenas 21 casos foram documentados até 10 de janeiro. "Nós estamos vivendo um momento incrivelmente empolgante na erradicação da pólio", comentou ele, "um ponto no qual cada novo caso de pólio pode vir a ser o último”.

Rassin enfatizou que mesmo após o último caso de pólio tiver sido documentado, o trabalho continuará existindo. "A paralisia infantil não estará erradicada até que o comitê responsável confirme isso. Para tanto, nenhum vírus da pólio deve ser encontrado em rios, em esgotos ou em uma criança por pelo menos de três anos", explicou ele. "Até lá, temos que continuar trabalhando exatamente como agora." Rassin é defensor das atividades de vigilância em relação ao vírus da pólio e da imunização contra doenças.

Sustentabilidade ambiental

Nos últimos anos, o Rotary tem enfocado fortemente no tema da sustentabilidade em seus serviços humanitários. Rassin é da opinião de que todos devem se conscientizar sobre os problemas reais derivados da poluição, degradação ambiental e mudanças climáticas. Ele observou que 80% de seu próprio país está a um metro do nível do mar. "Considerando os estudos de que o nível do mar subirá dois metros até 2100, em 50 anos meu país desaparecerá, junto com a maioria das ilhas do Caribe e cidades costeiras”, disse ele.

Rassin pediu aos líderes presentes no salão de plenárias que encarassem todo o trabalho desenvolvido pelo Rotary como parte de um sistema global maior. Segundo ele, isso significa que os novos governadores precisam ser uma inspiração não só para seus clubes, mas também para todos na região em que atuam. "Queremos que o bem que fazemos seja duradouro. Queremos tornar o mundo um lugar melhor não apenas onde vivemos, não apenas para nós, mas em todos os lugares, para todos e para as gerações futuras”.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

FORTALECER OS CLUBES FOCANDO EM JOVENS E MULHERES


Transcrição de matéria divulgada na Revista Mensal do Distrito 4720 - Janeiro/18

Desafios de um Governador

Neste mês, um dos mais simpáticos governadores brasileiros 2017-18, o engenheiro civil Helvino Wilsmann, casado com a companheira Nelsi, vem falar sobre suas reflexões e desafios que enfrenta a partir de São Bento do Sul–SC, de onde dirige o Distrito 4650. A partir da experiência que desenvolveu como Governador Assistente, Helvino traz a necessidade da diversidade no perfil do quadro associativo de seu distrito. Coincidentemente, a mesma estratégia adotada pelo 4720.

FORTALECER OS CLUBES FOCANDO EM JOVENS E MULHERES

Desde o início de nossa gestão, na reunião dos Governadores de todo Brasil, realizada em São Paulo, fomos desafiados a seguir o plano expansão do Rotary, durante a gestão 2017-18. Nele, o compromisso assumido foi o de fundar pelo menos cinco clubes por Distrito. Nos últimos anos, o crescimento no Brasil foi negativo. De 58.000 rotarianos, caímos para 53.000. Somente na última gestão perdemos mil associados.

No Seminário Distrital sobre Quadro Associativo,  Fundação Rotária e ABTRF, em Timbó, as lideranças do Distrito 4650 tiveram a oportunidade de ouro para reavaliarações e definir metas para nosso fortalecimento. A proposição é alcançar um crescimento da ordem de 16%, fundando pelo menos mais cinco Clubes no Distrito, com pelo menos 20 associados.

Mas como alcançar essa meta? Uma delas é ampliar a presença de jovens e mulheres. Não é segredo para nenhum companheiro Rotariano: precisamos rejuvenescer, diminuir a faixa etária em cada um dos 59 Clubes do Distrito 4650.

E como fazer isso?

Um dos caminhos é aproveitar o potencial de nossos jovens do Rotaract, mulheres e homens capacitados para nos acompanhar nessa trajetória. Já temos cases interessantes dentro do próprio Distrito 4650. O mais recente foi a fundação do Rotary Club de Blumenau Fritz Müller, com idade média de 35 anos e o RC de Joinville Cidade dos Príncipes, onde a idade média é de 38 anos. Ambos, com diversos companheiros oriundos do Rotaract.

E que tal atrair as famílias dos intercambistas outbonds? Teremos pelo menos 35 deles viajando para o exterior nessa gestão. E nada mais justo que fazer uma prospecção, uma abordagem, convidando-os para engrossar as fileiras do Rotary. Uma contrapartida justa pela oportunidade propiciada ao filho ou parente próximo.

No Seminário de DQA ficou definido que o papel dos 11 Governadores Assistentes Distritais será fundamental. De imediato, já apontaram e assumiram a responsabilidade de fundar um Clube em sua área de atuação para cumprir o lema da gestão: O Rotary Faz a Diferença!

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

ROTARY - CRESCIMENTO X ESTAGNAÇÃO

REFLEXÃO

"Quando uma árvore para de crescer - ela está pronta para morrer. . . Um 
Rotary Club também é assim: só vai para frente enquanto estiver crescendo. 
Quando o crescimento acaba, somente restará o entretenimento social."
Charles G. Tennent - presidente de RI 1957-58 - Little Lessons in Rotary (3a. edição), março de 1978

A mensagem acima, escrita há 60 anos, ainda é muito atual. Um clube precisa 
crescer para que seja revitalizado e, através da diversificação de seu quadro 
associativo - idade, sexo, religião, profissão - tornar-se cada vez mais forte e 
um grande parceiro da comunidade a que serve.

Que tal reservar uma reunião no início deste semestre rotário para analisar 
seu clube? Envolva todos os associados e peça-lhes para que respondam as 
questões abaixo; com base nas respostas, prepare um plano de ação para 
fortalecer seu clube e implementar as sugestões apresentadas!
  1. Seu clube tem estratégia para atração de associados potenciais?
  2. Tem metas de crescimento bem definidas? 
  3. Há estratégia para:
    1. Manutenção de associados?
    2. Recuperação de ex-associados?
    3. Rejuvenescimento do quadro associativo?
    4. Diversificação do quadro associativo?
  4. Há estratégia clara de coleta de informações sobre porque alguns associados 
  5. não participam efetivamente das atividades do clube?
  6. As comissões do clube vem sendo atuantes, tem plano de ação e reúnem-se 
  7. com os integrantes das várias subcomissões?
  8. Existe estratégia clara de melhoria contínua de todos os associados através de instruções e informações rotárias?
  9. Seu clube conhece as necessidades da comunidade?
Essa análise trará excelentes frutos para o clube e para a comunidade!

sábado, 16 de dezembro de 2017

COMECE A PLANEJAR SEU NOVO PROJETO HUMANITÁRIO

Comece a planejar seu novo projeto humanitário!

Por Chelsea Mertz e Rebecca Hirschfeld, funcionárias do Rotary
O seu clube quer implementar um novo tipo de projeto humanitário ou encontrar uma atividade para apoiar, mas não sabe por onde começar?
O Kit do Ciclo do Projeto é a solução! Ele é composto por três recursos on-line e, além de ajudá-lo com todas as etapas do seu projeto, desde a criação até a implementação, pode facilitar sua conexão com rotarianos de todo o mundo. No Rotary, acreditamos que servir significa mais do que ajudar as pessoas. Trata-se de formar parcerias valiosas que tornam nossos projetos mais sustentáveis, os quais ajudam a fomentar a paz mundial.
Kit ciclo do projeto
Grupos de discussão – Por meio deste recurso, rotarianos trocam ideias sobre uma variedade de tópicos, recebendo apoio valioso para todas as fases do projeto. Se você estiver iniciando um projeto alinhado a uma das áreas de enfoque e tiver dúvidas, participe de um dos grupos moderados pelos membros da Equipe de Consultores Técnicos da Fundação Rotária (Cadre). Eles certamente terão as respostas para suas perguntas.
·         Por exemplo, o grupo Cadre: Water and Sanatation, moderado por integrantes da equipe, discute planejamento e implementação de projetos de recursos hídricos e saneamento, e está aberto a rotarianos procurando orientação nesta área de enfoque.

Rotary Ideas – Ferramenta pela qual rotarianos e rotaractianos podem encontrar o que precisam para garantir o sucesso de seus projetos: parceiros, contribuições, voluntários e doações não monetárias. A plataforma foi atualizada e agora inclui o Google Translate (tradutor eletrônico) na página de cada projeto, eliminando os obstáculos de idioma e ampliando as opções de parcerias. Para encontrar o tipo de projeto que você quer apoiar, faça uma busca usando os filtros, como tipo de contribuição ou categoria.
·         Por exemplo, o projeto Water For Life do Egito está procurando parceiro de Subsídio Global para ajudar a fornecer água limpa a famílias carentes.
Egypt project
Rotary Showcase – Website em que rotarianos e rotaractianos podem compartilhar seus projetos de sucesso com clubes, a comunidade e o mundo. O site e banco de dados foram atualizados, permitindo que Grupos Rotarianos em Ação e Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário sejam adicionados como parceiros de projeto.
·         Por exemplo, o Rotary Club de San Pedro South, nas Filipinas instalou um sistema de tratamento de água movido a energia solar para beneficiar 1100 estudantes de uma escola local. Para cuidar das operações a manutenção do projeto, criou-se o Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário de Cuyab, o qual é formado por professores da escola, a associação de pais e mestres, e o governo local.
Philipines project
Se tiver alguma pergunta sobre essas ferramentas, envie um e-mail para social@rotary.org.
Fonte: Vozes do Rotary [mailto:comment-reply@wordpress.com]