terça-feira, 6 de agosto de 2013

AGOSTO – MÊS DO DESENVOLVIMENTO DO QUADRO ASSOCIATIVO E EXPANSÃO

Rotary International recomenda que em Agosto seja comemorado o Mês do Desenvolvimento do Quadro Associativo e Expansão – DQA. No entanto, proponho que todos os meses tenham como foco principal o Quadro Associativo, pois precisamos crescer em quantidade de qualidade, reter os nossos atuais associados e criar novos clubes.

Para crescer com maior facilidade, nossos clubes precisam tornar-se Atrativos – Objeto de Desejo! Muitos de nós esperamos ansiosamente por um convite para ingressar em Rotary. Por que isso acontecia? Porque os clubes eram parceiros da comunidade, realizavam importantes projetos, estavam em evidência e tinham representatividade! Esse conjunto gerava atratividade e forte desejo de participar. É essa que deve ser a meta de todos os clubes! Se atingida, facilitará muito nosso crescimento!
Sempre é bom lembrar que a busca de novos associados ajuda a reoxigenar os clubes, pois novos associados trazem novas ideias, energia, diversidade e nos rejuvenescem. Unir essa expectativa com a experiência dos associados atuais, tornará o clube muito maior, melhor e mais forte. Onde buscá-los? Profissionais de áreas específicas, donos de empresas, executivos, administradores, bem como aposentados que exerciam funções nas áreas mencionadas, líderes comunitários dedicados à prestação de serviços, ex-participantes de programas do Rotary e Fundação Rotária.

De nada adianta trazer novos associados se não soubermos retê-los! Um dos fatores para a retenção é que haja Atratividade Interna. As reuniões precisam ser objetivas e interessantes de tal forma que a próxima seja esperada ansiosamente! Para isso precisam ser bem organizadas, com programas que permitam o crescimento pessoal e profissional, forte companheirismo e o envolvimento da família rotária. Os associados devem ser ouvidos e convidados a participar de sua programação. Além disso, não podem ser descuidados dois aspectos:

a) Orientação: esse processo deve começar assim que o associado potencial é identificado para que possa tomar a decisão correta quando for formalmente convidado a ingressar no Rotary e deve continuar assim que admitido. Além disso, deve ser engajado em atividades do clube para que se sinta envolvido e, assim, compreenda de fato o que significa ser rotariano;

b) Atualização: todos precisam conhecer as mudanças que ocorrem em Rotary; apesar de elas serem divulgadas no site do RI, na revista Brasil Rotário, na carta mensal do governador e através de mensagens, precisam ser levadas ao conhecimento de todos.

Lembro que “Só Se Ama o Que Se Conhece”! Essa é a “chave” para a retenção do quadro associativo.

E a Expansão? Que tal seu clube apadrinhar um novo Rotary Club! Ainda temos muitas localidades que ainda não dispõe ou contam com número de clubes muito reduzido em relação à real possibilidade de existência. Olhe em volta, analise a possibilidade de criação de novos clubes e mãos à obra. Seu clube não permite o ingresso de mulheres?  Inicie, então, o movimento para criação de um clube misto! Que tal abrir um clube formado por profissionais jovens? E um clube com base na Associação Empresaria de sua cidade? No principal centro comercial ou no condomínio residencial?
 
O Brasil precisa desse seu esforço. Lembre-se de que temos uma meta de 70.000 associados até 30 de junho de 2015. E você é parte muito importante nesse processo!

Cada Rotariano: Admita Um, Retenha Um!

Alceu Eberhardt
Governador 2004-2005 - Distrito 4650Coordenador do Rotary - 2010-2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário